O Estado e o Direito na obra de João Calvino

Autores/as

Palabras clave:

João Calvino, Direito, Estado, calvinismo, Reforma Protestante.

Resumen

A influência da reforma protestante na criação do Estado Moderno é inegável, e os seus reflexos podem ser sentidos até os dias de hoje. A maior parte dos reformadores, contudo, se limitou ao aspecto teológico, não expandindo os seus estudos e ensinamentos além da seara puramente religiosa. Nesse contexto, a obra de João Calvino se destaca, porque o autor foi além da pura teorização teológica, desenvolvendo uma profícua obra que tratou de diversos outros temas, e, destacadamente, do Estado e do Direito. Conforme demonstrado no presente artigo, Calvino desenvolveu toda uma teoria do Estado e do Direito nas suas "Institutas da Religião Cristã", e tratou dos temas relacionados ao papel do cristão frente ao Estado, ao papel do Estado como sustentador da coesão social e ao papel dos representantes do Estado (representados na figura do magistrado). Nas suas demais obras, João Calvino, tratou de explicar os conceitos desenvolvidos na sua obra principal, e desenvolveu outros aspectos da sua teoria jurídica e política.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Biografía del autor/a

Profª Dra. Priscila Luciene Santos de Lima, Centro Universitário Social da Bahia

Doutora em Direito

Citas

BEEKE, J.R. Vivendo para a glória de Deus, São José dos Campos, Editora Fiel, 2018.

CALVINO, J. A Verdadeira Vida Cristã, São Paulo, Editora Novo Século, 2000.

CALVINO, J. Institutas da Religião Cristã (edição de 1536), São José dos Campos, Editora Fiel, 2018.

CALVINO, J. Romanos, 2. ed, São Paulo, Edições Parakletos, 2001.

COSTA, H. M. P. “João Calvino: o humanista subordinado ao Deus da Palavra - a propósito dos 490 anos de seu nascimento”. Fides Reformata, São Paulo, Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew-Jumper, v. 4, n. 2, jul. - dez. 1999.

COTTRET, B. Calvino: la fuerza y la fragilidad, Madrid, Editorial Complutense, 2002.

BIÉLER, A. O pensamento econômico e social de Calvino, São Paulo, Casa Editora Presbiteriana, 1990.

FERREIRA, F. “Entrevista sobre João Calvino”, In: VV.AA. CALVINO, João. Comentários de João Calvino sobre o livro do profeta Amós, Brasília, Editora Monergismo, 2009, p. 189.

FONSECA, S. D. C. “João Calvino (1509-1564): Entre a erudição e o zelo, a excelência para a Glória de Deus”, Revista Lusófona de Ciência das Religiões, série monográfica volume VIII, Lisboa, 2012, p. 147-166.

HEXHAM, I. “Christian politics according to Abraham Kuyper”. Trad.: Felipe Sabino de Araújo Neto. CRUX, Vol. XIX, No. 1, March, 1983:2-7, p. 4.

MATOS, A. S. “500 anos de João Calvino: pensamentos sobre sua vida e contribuições”, Revista Caminhando, v. 14, n. 2, jul./dez. 2009, p. 177.

MENDES, E. C. “A teologia política de João Calvino (1509-1564) na Institutas da Religião Cristã (1536)”. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Humanas e Naturais, Vitória, 2009.

MCGRATH, A. E. A vida de João Calvino. São Paulo, Editora Cultura Cristã, 2003.

KUYPER, A. Calvinismo, São Paulo: Editora Cultura Cristã, 2008, p. 65.

SCHAEFFER, F. Como viveremos?, 2. Ed, São Paulo, Editora Cultura Cristã, 2013, p. 166.

SKINNER, Q. As fundações do pensamento político moderno, São Paulo, Companhia das Letras, 1996, p. 108.

TOLEDO, C. A. A. & VIEIRA, P. H. “Calvino (1509-1564) e a educação no século XVI”, Acta Scientiarum. Human and Social Sciences, vol. 28, núm. 2, 2006, p. 191.

VAN HALSEMA, T. João Calvino Era Assim, São Paulo, Editora Vida Evangélica, 1959, p. 91; 192.

VAN TIL, H. R. El concepto calvinista de la cultura, San José da Costa Rica, Editorial CLIR, 2016, p. 3.

VILLEY, M. A formação do pensamento jurídico moderno, São Paulo, Martins Fontes, 2005, p. 337.

WEBER, M. A ética protestante e o espírito do capitalismo, São Paulo, Companhia das Letras, 2004.

Publicado

16-06-2023

Cómo citar

Lima, P. D. P. L. S. de, Lourenço de Miranda Freire Neto y Gabriel Vinícius Carmona Gonçalves (2023) «O Estado e o Direito na obra de João Calvino », Cadernos de Dereito Actual, (21), pp. 214–227. Disponible en: https://www.cadernosdedereitoactual.es/ojs/index.php/cadernos/article/view/958 (Accedido: 22 junio 2024).