Do direito ou da obrigação à literacia financeira?

Autores/as

  • Maria Emília Teixeira Universidade Portucalense, Infante D. Henrique
  • Ana Campina Universidade Portucalense

Resumen

O Direito Humano à Educação em Portugal, as caraterísticas legais e sociais, numa espiral de direito e necessidades que exige, inicialmente o conhecimento da sua conjuntura e um estado de alerta para as verdadeiras questões que afetam a efetivação do acesso à Educação plena como estratégia basilar da vida e evolução da sociedade.

O sistema financeiro, pelos seus reflexos na saúde financeira das famílias e no crescimento económico de um país, carece de uma eficaz intervenção ao nível da inclusão financeira dos cidadãos. Não basta realizar-se estudos, é preciso retirar dos seus resultados medidas úteis e seguras, com vista a uma maior educação financeira, que não é só um direito, mas uma obrigação.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Biografía del autor/a

Maria Emília Teixeira, Universidade Portucalense, Infante D. Henrique

Professora Universitária no Curso de Direito da Universidade Portucalense desde 2009, e também no Instituto Politécnico do Porto (ESTGF) no curso de Solicitadoria desde 2015.

Àreas de estudo: Direito Civil e Comercial

Àreas preferenciais: Direito Bancário, Direito dos Seguros e Direito Financeiro

 

Publicado

03-02-2017

Cómo citar

Teixeira, M. E. y Campina, A. (2017) «Do direito ou da obrigação à literacia financeira?», Cadernos de Dereito Actual, (5), pp. 293–302. Disponible en: https://www.cadernosdedereitoactual.es/ojs/index.php/cadernos/article/view/163 (Accedido: 16 junio 2024).