As consequências da expansão urbana no meio ambiente de Anápolis, Goiás.

Ariane Oliveira Da Silva Gonçalves Ariane, Euriane Sousa Abreu Euriane, Rildo Mourão Ferreira Rildo

Resumen


A presente pesquisa tem por finalidade o aprofundamento da questão da expansão urbana desordenada, que gerou grandes impactos ambientais. No presente artigo, analisa-se a expansão urbana no Brasil desde suas primeiras décadas de expansão histórica que gerou degradação no meio ambiente até a época atual. Também foi verificada a expansão do Município de Anápolis no Estado de Goiás, tendo como consequência a supressão do meio ambiente e a perda da qualidade de vida urbana. O resultado da pesquisa é a verificação da degradação ambiental em decorrência da expansão urbana e a garantia de participação da sociedade na preservação ambiental da cidade. A metodologia usada foi de pesquisa bibliográfica, documental e dados e compilação de doutrinárias. 


Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Referencias


BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em: Acesso em: 06 nov. 2016.

BRASIL. Lei nº 6.766, de 19 de dezembro de 1979. Dispõe sobre o parcelamento do solo urbano e dá outras providências. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L6766.htm> Acesso em: 16 nov. 2016.

BRASIL. Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981. Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L6938.htm>. Acesso em: 10 out. 2016.

BRASIL. Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm>. Acesso em: 20 out. 2016.

BRASIL. Lei nº 12.651, 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa; altera as Leis nº 6.938, de 31 de agosto de 1981, 9.393, de 19 de dezembro de 1996, e 11.428, de 22 de dezembro de 2006; revoga as Leis nº 4.771, de 15 de setembro de 1965, e 7.754, de 14 de abril de 1989, e a Medida Provisória nº 2.166-67, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12651.htm. Acesso em 22 out.2016

Câmara Municipal de Anápolis. Lei Complementar nº 348, de 06 de julho de 2016. DELIMITA O PERÍMETRO URBANO DO MUNICÍPIO DE ANÁPOLIS, ESTADO DE GOIÁS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Disponível em: < http://www.leis.anapolis.go.gov.br/leis/page/listaLeisComplementar.jsf>. Acesso em 02 nov. 2016.

Câmara Municipal de Anápolis. Lei Complementar nº 349, de 07 de julho de 2016. DISPÕE SOBRE O PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE ANÁPOLIS. Disponível em:< http://www.leis.anapolis.go.gov.br/leis/page/listaLeisComplementar.jsf>. Acesso em: 02 nov. 2016.

ALVES. E. : LOPES, M.R. & CONTINI, E. O empobrecimento da agricultura brasileira. Revista de Política Agrícola, Ano VIII, n. 3, p. 15-29, jul./set. 1995.

Anais do X Encontro de Geógrafos da América Latina 20 a 26 de março de 2005. Universidade de São Paulo. IMPACTOS AMBIENTAIS E EXPANSÃO URBANA NAS CABECEIRAS DE DRENAGEM DO CÓRREGO CATINGUEIRO ANÁPOLIS/GO.

Antunes, Paulo de Bessa. Direito Ambiental. 13.ed.,ver. E atual. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2011.

Amorim, João Alberto Alves. A ONU e o meio ambiente: direitos humanos, mudanças climáticas e segurança internacional no século XXI. São Paulo: Atlas, 2015.

ART, W. H. Dicionário de ecologia e ciências ambientais. São Paulo: UNESP/Melhoramentos, 1998.

CARVALHO, Carlos Gomes de. O que é Direito Ambiental: Dps descaminhos da casa á harmonia da Nave. Florianópolis: Habitus, 2003.

CASSETI, Valter. Ambiente e apropriação do relevo. São Paulo: Contexto, 1991. (Coleção Ensaios).

GONÇALVES, Tatiana. Chuva acima da média normal causa morte e muitos prejuízos. Folha do Estado. Anápolis 13/04/2002, Cotidiano, p.2A.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Coleção de monografias municipais nova série nº 57 Anápolis. 1980.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Demográfico 2000. Disponível em: http:// www.ibge.gov.com.br

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Demográfico 2016. Disponível em: http:// www.ibge.gov.com.br

GONÇALVES, Tatiana. Chuva acima da média normal causa morte e muitos prejuízos. Folha do Estado. Anápolis 13/04/2002, Cotidiano, p.2A.

LACERDA, Homero. Riscos geológicos e uso da terra em Anápolis (GO). II JORNADA DE GEOGRAFIA, UEG, Anápolis, 2003. Disponível em:

LEMOS, J.J.S. Níveis de Degradação no Nordeste Brasileiro. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, v.32, n. 3, p. 406-429, 2001.

MEYER-ABICH, K. M. Revolution for nature: from the environment to the coonatural world. Cambridge: The White Horse Press, 1993.

NOGUEIRA, A.C.L. Mecanização na Agricultura Brasileira: uma visão prospectiva. Caderno de Pesquisas em Administração, São Paulo, v.08, nº4, outubro-dezembro. 2001.

LACERDA, Homero. Riscos geológicos e uso da terra em Anápolis (GO). II JORNADA DE GEOGRAFIA, UEG, Anápolis, 2003.

LEMOS, J.J.S. Níveis de Degradação no Nordeste Brasileiro. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, v.32, n. 3, p. 406-429, 2001.

NOGUEIRA, A.C.L. Mecanização na Agricultura Brasileira: uma visão prospectiva. Caderno de Pesquisas em Administração, São Paulo, v.08, nº4, outubro-dezembro. 2001.

POLONIAL, J.M. Ensaios sobre a História de Anápolis. Anápolis: AEE, 2000.

SANTOS, Milton. A Urbanização Brasileira. São Paulo: Hucitec, 1993.

SANTOS, M. E. P. dos. Algumas considerações acerca do conceito de sustentabilidade: suas dimensões política, teórica e ontológica. In: RODRIGUES, A. M. Desenvolvimento sustentável, teorias, debates e aplicabilidades. Campinas: UNICAMP/IFCH, 1996. p. 13-48.

SANTOS, Milton. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo; Razão e Emoção. 4ª ed. São Paulo: EdUSP, 2006. p.39.

SANTOS, M. Metamorfose do Espaço Habitado. São Paulo: Hucitec, 1997. 5ª ed.

SOUZA, Adriana. Impactos ambientais e expansão urbana nas cabeceiras de drenagem do córrego catingueiro Anápolis/Go. Anais do X Encontro de Geógrafos da América Latina – 20 a 26 de março de 2005 – Universidade de São Paulo. Disponível em: < http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal10/Procesosambientales/Impactoambiental/12.pdf

CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DE GOIÁS. LAUDO TÉCNICO PERÍMETRO URBANO DE ANÁPOLIS – GO. Disponível em:< http://caugo.gov.br/wp-content/uploads/2016/02/Laudo-tecnico-perimetro-urbano_Anapolis_timbrado.pdf>. Acesso em: 01 nov. 2016.

IPEA, NESUR-IE-UNICAMP e o IBGE, Caracterização e tendências da rede urbana no Brasil, 1999.

JORNAL CONTEXTO. Expansão do Perímetro Urbano é Aprovada, mas com Área Reduzida. Disponível em:< http://www.jornalcontexto.net/expanso-do-permetro-urbano-aprovada-mas-com-rea-reduzida>. Acesso em: 01 nov. 2016.

JORNAL CONTEXTO. Inundações e alagamentos castigam a cidade e a população. Disponível em: < http://www.jornalcontexto.net/inundaes-e-alagamentos-castigam-a-cidade-e-a-populao>. Acesso em: 16 nov 2016.

JORNAL CONTEXTO. Situação de risco em mais de 20 bairros. Disponível em: . Acesso em: 16 de nov. 2016

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. ONU e o Meio Ambiente. Disponível em:< https://nacoesunidas.org/acao/meio-ambiente/>. Acesso em: 15 nov. 2016.

PLANETA SUSTENTÁVEL. “Nature Is Speaking”: campanha com famosos de Hollywood dá voz à natureza. Disponível em:< http://planetasustentavel.abril.com.br/blog/blog-da-redacao/nature-is-speaking-campanha-com-famosos-de-hollywood-da-voz-a-natureza/>. Acesso em: 02 nov. 2016.


Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2017 Cadernos de Dereito Actual

 

Editor jefe - Director (2013 - actualidad): Profesor Rubén Miranda Gonçalves

Cadernos de Dereito Actual

www.cadernosdedereitoactual.es

© 2013 por Xuristas en Acción.  

ISSN impreso: 2340-860X. ISSN electrónico: 2386-5229

 

Indexada en | Indexed by: